2 de set de 2008

A história da Mulher no mercado de trabalho

Após a década de 1940 cresceu a incorporação da força de trabalho feminina no mercado de trabalho, havendo uma diversificação do tipo de ocupações assumidas pelas mulheres. Porém, no Brasil, foi na década de 1970 que a mulher passou a ingressar de forma mais acentuada no mercado de trabalho. A mulher ainda ocupa as atividades relacionadas aos serviços de cuidar (nos hospitais, a maioria das mulheres são enfermeiras e atendentes, são professoras, educadoras em creches), serviços domésticos (ser doméstica), comerciarias e uma pequena parcela na indústria e na agricultura. No final dos anos 1970 surgem movimentos sindicais e movimentos feministas no Brasil. A desigualdade de classe juntou os dois sexos na luta por melhores condições de vida. O movimento sindical começou a assumir a luta pelos direitos da mulher. Na década de 1980, quando nasceu a CUT, a bandeira das mulheres ganhou mais visibilidade dentro do movimento sindical. Surgiu na década de 1980 a Comissão Nacional da Mulher Trabalhadora, na CUT. A luta pela democratização das relações de gênero persistiu e com a Constituição Federal de 1988 a mulher conquistou a igualdade jurídica. O homem deixou de ser o chefe da família e a mulher passou a ser considerada um ser tão capaz quanto o homem.
Retirado do livro Papel da Mulher na Sociedade ao longo da história por BESSA, Karla Adriana Martins, 2007

2 comentários:

Anônimo disse...

TENHO 469 ANOS, SOFRO DE DEPRESSÃO E SINDROME DO PÂNICO, CAUSADA PELO MEU MARIDO, DESDE DE QUE TINHA 29 ANOS!
GOSTÁRIA DE SABER SE ABUSO PSICOLÓGICO É UMA AGRESSÃO,POIS VENHO TENTANDO SUÍCIDIO, CADA VEZ QUE ELE ME AGRIDE PSICOLÓGICAMENTO! PRECISO DE AJUDA, E NUNCA DENUNCIEI POR MEDO!

Viviane Gaertner Lenz disse...

ligue para o 180 ligação gratuita e peça o endereço de atendimento a mulheres vitimas de violencia na sua cidade.